Procurador Geral do Estado está acima do teto

A informação está na coluna Poder Judiciário, da jornalista Anelly Medeiros.

O Procurador Geral do Estado, Miguel Josino, solicitou a Secretaria de Administração o corte do próprio salário e o estorno de qualquer eventual remuneração recebido por ele, a mais, nos últimos meses 생일축하. Josino estava recebendo acima do teto estabelecido pelo Tribunal de Contas do Estado, no caso mais de R$ 37 mil. Segundo ele, um procurador recebe 90,25% do salário pago a um ministro, mais uma representação referente ao cargo comissionado Download the Kindle Dictionary. Miguel Josino também estava recebendo a chamada Parcela Autônima de Equivalência – PAE, o que teria contribuído com o aumento da remuneração Windows 7 Explorer. Por telefone, ele informou que o corte já ocorrerá no pagamento desde mês.

Sem categoria