Mais Médicos: Ministério da Saúde começa operação “pente-fino”

Depois de o Estado revelar que os cubanos do Mais Médicos têm trabalhado sem receber a ajuda de custo prevista nas regras do programa, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse em entrevista exclusiva que determinou uma operação "pente-fino" para notificar administrações que não cumprem as contrapartidas mbc 뉴스 다운로드. E, segundo ele, essas prefeituras deixarão de receber os profissionais da terceira etapa do Mais Médicos – são até 2.900 profissionais que começarão a trabalhar no início de março ARma 2.

Os municípios que continuarem, mesmo após a notificação, a deixar de pagar os auxílios moradia, alimentação e de transporte serão descredenciados do programa, segundo o ministro Download the proposal. "O governo federal não admite que os municípios deixem de cumprir seu papel. Todas as partes precisam seguir à risca o acordo de cooperação para que os profissionais trabalhem com as devidas condições 모노가타리 다운로드. Em um prazo curto, todos teremos a garantia de que estaremos cumprindo nossos compromissos."

Chioro disse que determinou "rigor" nesse acompanhamento, a cargo do secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mozart Sales 꽃이 피는 첫걸음 다운로드. Onde for detectada alguma irregularidade, o município será notificado e terá cinco dias para preparar a resposta. Em seguida, a coordenação estadual do programa, com representantes do ministério, do Estado e da prefeitura, aguardará até 15 dias para que a situação se normalize Download office preview. Caso isso não aconteça, o município será descredenciado do programa.

Please enter banners and links.

Sem categoria