Garibaldi vai tirar licença do ministério da Previdência

Não são apenas os ministros do núcleo duro de Dilma Rousseff que deixarão a cadeira temporariamente para se dedicar exclusivamente à campanha.

Garibaldi Alves deverá tirar dez dias de férias, a partir de segunda-feira, para mergulhar – ainda mais – na empreitada de Henrique Eduardo Alves pelo governo do Rio Grande do Norte.

Por Lauro Jardim

Compartilhe