Construtores do RN não devem suspender demissões

Os construtores do Rio Grande do Norte, que têm obras do programa Minha Casa Minha Vida, não devem aceitar a proposta do ministro das Cidades Gilberto Kassab de pagar 50% dos débitos existentes e, em contrapartida,  suspender as demissões de mais de 4 mil pessoas 조선대 간호사.

Hoje está prevista uma reunião em Natal  para analisar a  proposta do Ministério das Cidades.

O blog recebeu a informação de que as dívidas do programa somam R$ 24 milhões e o  governo só acenou com a possibilidade de pagar metade do valor da primeira medição, o que dá em torno de R$ 7 milhões 오사카 지도.

O restante só Deus sabe quando o governo paga. A verdade é que o tal “ajuste fiscal”, que o ministro Joaquim Levy está impondo ao país, sob o beneplácito da presidente (ainda é presidente?) Dilma, deve levar para o brejo as conquistas que o País obteve nos últimos anos 웹스퀘어 스튜디오. E olha que esse era o programa prioritária da presidente-candidata Dilma.

Please enter banners and links.