Prefeitura deve entrar na Justiça contra lei promulgada

Quatro milhões de reias.
Esse é o valor que será acrescido a folha de pagamento do município caso a lei promulgada  pela Câmara seja implantada. O acréscimo na despesa vai levar a prefeitura a recorrer  à justiça para não cumprir a lei que criou cargos e implantou gratificações para servidores. O projeto original, enviado pela prefeitura, recebeu várias emendas que foram vetadas pelo executivo. Como os vetos foram derrubados, a prefeitura vai alegar a inconstitucionalidade para não implantar a nova legislação.

Compartilhe

Jornalista