Versão “light” de Eduardo Cunha

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, anda bem mais light.
Ao participar do Fórum de Comandatuba, evento empresarial, ele  rejeitou a tese do impeachment da presidenta Dilma Rousseff.
“Qualquer coisa que chegar a gente vai examinar com atenção e respeito. Mas, na minha opinião, o que saiu em relação a isso foi no mandato anterior. Não vejo como possa se aplicar em responsabilidade no atual mandato”.

Em tempo: as relações entre a presidenta Dilma e o presidente Eduardo Cunha começaram a melhorar depois que ela nomeou Henrique Alves  para ministro do Turismo.

Compartilhe

Jornalista