Notícia,  Sem categoria

Tribunal de Justiça pode começar a demitir servidores grevistas

O último trecho da nota emitida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte  traz um recado aos servidores em greve. ” O TJRN alerta para o cumprimento de medidas legais cabíveis, como o corte de ponto e, caso necessário, a abertura de processo administrativo de demissão por justa causa por abandono de emprego e desobediência a decisões judiciais”

O Tribunal convocou  os servidores ainda ausentes ao trabalho em decorrência da greve iniciada no dia 16 de março deste ano e considerada ilegal em decisões tomadas pelo TJRN e o Supremo Tribunal Federal. Acompanhe outro trecho da nota:

Em nome dos interesses maiores da população, espera-se o bom senso dos funcionários e o retorno às suas atividades, numa demonstração de sensatez e respeito ao Judiciário e, em especial, à população do Rio Grande do Norte.

A continuidade da greve, mesmo que a maior parte do quadro funcional esteja comparecendo ao expediente, não faz sentido em decorrência das mencionadas decisões contrárias à legalidade do movimento.

Ao mesmo tempo em que confia na maturidade dos servidores e no fim da greve.

Compartilhe

Jornalista