Crise: Unimed Paulistana quebrou

A crise no sistema de saúde complementar no Brasil se agravou hoje com a decisão da ANS sobre a Unimed Paulistana taken 3. A operadora terá de entregar sua carteira de clientes para um outro administrador em 30 dias, a contar da data da notificação.

Essa entrega dos clientes para outro operador é a chamada “alienação” compulsória, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar.Pelo porte da empresa, trata-se do maior fracasso financeiro de uma operadora de saúde complementar da história brasileira 윈도우 xp iso.

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar  “a Unimed Paulistana possui aproximadamente 744 mil beneficiários, em sua maior parte residente no município de São Paulo, e dos quais 78% estão em planos coletivos (empresariais e por adesão)” bad guy mp3 다운로드.

Quando se considera uma mensalidade média de R$ 300 por cliente, a Unimed Paulistana fatura em torno de R$ 2,678 bilhões por ano.No ranking das maiores empresas de saúde publicado pelo jornal “Valor”, a Unimed Paulistana aparece na 5ª posição em 2014 임진록3. E a 4ª com o maior lucro operacional. As tabelas estão ao final deste post.

Os clientes da Unimed Paulistana estão preservados no período de transição para um novo operador da empresa bunker pmc.