Nepotismo nos EUA: Mesmo com pressão, genro de Trump será nomeado

2016-952152306-201611171316023744_afp-jpg_20161117

Um grupo de democratas pediu ao presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que reavalie a nomeação de seu genro para assessor de alto escalão na Casa Branca, levantando preocupações com possível nepotismo e conflitos de interesses 롤리폴리 mp3 다운로드. Os congressistas querem que o Departamento de Justiça e o Departamento de Ética Governamental examinem questões legais relacionadas à indicação de Jared Kushner adobe after effect. Para o advogado do genro, o posto não viola as leis contra o nepotismo.

Em uma carta, os democratas, todos membros do Comitê Judiciário da Câmara, argumentam que o estatuto federal anti-nepotismo de 1967 se aplica ao pessoal que trabalha na Casa Branca, uma posição rejeitada pela equipe de Trump 디 어페어. O grupo também levanta questões sobre como Kushner poderia evitar conflitos de interesses em seu papel no Executivo.

A posição tornaria Kushner uma das pessoas mais influentes no círculo de aliados próximos de Trump no governo 웹폴더. Aos 35 anos, ele é casado com Ivanka Trump, filha do presidente eleito, e tem a sua própria fortuna, estimada em US$ 200 milhões. O milionário já estaria organizando os detalhes para nomear a sua própria equipe no governo Download the subtitles for Toy Story.

De acordo com o “New York Times”, Kushner e Ivanka compraram recentemente uma casa em Washington, e o genro do presidente eleito já se afastou do cargo de diretor-executivo do conglomerado empresarial de sua família shareit.