Mesmo com a privatização do aeroporto de Fortaleza Latam não assegura HUB no Nordeste

Um dos “atrativos” do leilão do Aeroporto Internacional Pinto Martins para os investidores era a possibilidade de Fortaleza sediar o hub – o centro de conexão de voos – da Latam, empresa resultado da fusão das empresas Lan Chile e Tam Download the seawater. Como incentivo para sediar a empresa, o  governo concedeu isenção do ICMS, incidente em operações e prestações relacionadas com a construção, instalação e funcionamento do hub 아웃룩 이미지.

Nesta quarta-feira (16), porém, a Latam voltou atrás na prioridade de instalção do hub. Ao G1 e à TV Verdes Mares, a empresa disse que “avalia positivamente o processo de concessão e entende que o interesse de investidores estrangeiros no País, mesmo em um cenário de incertezas econômicas, é um fator propulsor para a retomada do ciclo de desenvolvimento local com reflexos no transporte aéreo” 코렐 드로우 x5.

Apesar da avaliação positiva do processo de concessão, a implantação do hub não está confirmada em nenhuma das três cidades. “Dada a situação macroeconômica atual do Brasil, que tem registrado queda significativa na demanda nos últimos meses, e com baixa perspectiva de retomada de crescimento num curto prazo, somado às indefinições de infraestrutura, a escolha da cidade que poderá receber o hub será feita em um momento mais adequado, ainda sem data definida”, afirma a empresa 2019 Melon Top100.

Fonte: G1