Prisão de Henrique está sendo avaliada como “cerco a Temer”

G1
BLOG DO CAMAROTTI
Para Planalto, prisão de Alves é uma espécie de cerco a Temer
Apesar de não ter nenhuma relação direta com os fatos que culminaram com a atual crise política, a prisão do ex-ministro e ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves foi recebida no Palácio do Planalto como uma espécia de cerco ao presidente Michel Temer Download Getty Images.

“A prisão de um dos aliados mais próximos do presidente acontece no dia do julgamento da cassação da chapa Dilma-Temer pelo TSE” , observou um interlocutor do presidente Temer 살아있는 지구.

Esse mesmo interlocutor lembra que Alves sempre fez parte do chamado núcleo duro de Temer. Foram deputados juntos durante vários mandatos no PMDB da Câmara 움직이는 이모티콘. Como Temer, Alves foi líder da bancada. Como Temer, Alves foi presidente da Câmara. Quando Temer decidiu desembarcar do governo Dilma, no início de 2016, Alves foi o primeiro a entregar o cargo de ministro 웨스트월드 시즌1.

Foi o então deputado Henrique Alves que introduziu um novo personagem ao grupo: Eduardo Cunha. O então novato no PMDB sofria resistências de Temer e do ex-ministro e ex-deputado Geddel Vieira Lima 애플 산돌 고딕 네오. Os dois criticavam a proximidade entre Alves e Cunha.

Quando Henrique Alves virou líder do PMDB, Cunha passou a ser uma espécie de eminência parda da bancada 조린os. Ao longo dos anos, Cunha conseguiu quebrar essas resistências e ficou próximo desse núcleo peemebebista.