Notícia

Morre enfermeira Mossoroense que precisou de pulmão artificial

Morreu nas primeiras horas desta terça-feira a enfermeira Suely Gurgel, de 40 anos, – internada em estado grave com Covid-19- desde o mês de novembro.

Os familiares fizeram uma campanha para possibilitar o tratamento com o uso de equipamento chamado de ECMO (extracorporeal membrane oxigenation), uma espécie de pulmão artificial.

A mãe de Suely, Ivone Gurgel, de 73 anos, também morreu vítima da doença.

Compartilhe

Jornalista