MP instaura inquérito civil mas RN garante que não vai faltar oxigênio

O Ministério Público do RN, através da Promotoria da Saúde, abriu um inquérito civil para averiguar o abastecimento e fornecimento de oxigênio e gases medicinais aos hospitais da rede SESAP durante a pandemia da COVID-19.

O instrumento utilizado pela Promotoria chamou atenção a atenção porque não há indícios e nem denúncia de desabastecimento.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Pan News Natal, o secretário de Saúde, Cipriano, Maia, garantiu que há estoque e produção suficiente de oxigênio para atender os pacientes de Covid-19.

Compartilhe

Jornalista