Governadores afirmam que ICMS estadual não aumenta preço do combustível mas Natal tem o maior preço do país

Uma nota assinada por 20 governadores, entre eles a governadora do RN, Fátima Bezerra, afirma que os Estados não são culpados pelo alto preço dos combustíveis como vem afirmando o presidente Jair Bolsonaro 무료 한글 성경.

Segundo o presidente, os governos Estaduais cobram alíquota do ICMS elevada o que da aumentar o preço final.

Se isso é verdade , porque Natal continua como a capital do Brasil com o maior preço médio da gasolina apache php 파일 다운로드?

Segundo o levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) realizado entre os dias 12 e 18 de setembro, os natalenses desembolsaram em média R$ 6,668 por litro da gasolina comum 디스토피아의 약탈자. Moradores de Teresina pagaram o segundo maior valor, de R$ 6,654 por litro, e foram seguidos pela população do Rio de Janeiro, onde o combustível custou em média R$ 6,546 nba jam apk 다운로드.

Já na comparação entre estados, o Rio Grande do Norte, caiu uma posição no ranking das unidades com o combustível mais caro e deixou a liderança com o Piauí 태블릿 게임.

O motivo não foi redução de preço no Rio Grande do Norte, onde o valor médio continuou em R$ 6,62, mas sim aumento do combustível no Piauí Download iPhone data. Lá, na semana passada, a gasolina era comercializada a R$ 6,605 e o preço médio passou para R$ 6,645.

O desvio padrão entre os preços consultados pela ANP em 52 postos do Rio Grande do Norte foi de R$ 0,116 – este é o segundo menor no Nordeste e o 6º menor no país. 

No estado vizinho, da Paraíba, o valor médio da gasolina ficou em R$ 5,941 Download the lunar calendar for free. No Ceará, R$ 5,973, e em Pernambuco, R$ 6,021.

Informações complementares G1 RN