Escola dos filhos: Tecnologia e habilidades socioemocionais pesam na escolha

Com a pandemia, novos fatores passaram a pesar na hora de escolher a escola dos filhos. Ainda que com a retomada do ensino presencial, algumas heranças das aulas remotas permanecem como critérios para a tomada dessa decisão.

É o que pode ser constatado em Natal. Escolas adaptadas tanto em infraestrutura quanto em metodologia e forma de ensino saem na frente na lista dos prós para a escolha, como conta Marianny Andrade Arcanjo, diretora do Complexo Educacional Contemporâneo.

“O olhar integral para o aluno, o ensino de habilidades socioemocionais e as plataformas tecnológicas têm sido as falas mais recorrentes nas secretarias das duas unidades neste período de matrículas”, conta ela.

Para Marianny, não é mais possível voltar atrás nos avanços conquistados no último ano em razão da pandemia. Por isso mesmo, os recursos tecnológicos que a escola oferece tem peso na hora da decisão, não somente a possibilidade de transmissão das aulas em tempo real, mas o que as instituições de ensino têm chamado de “inteligência pedagógica”, com foco no engajamento dos alunos.

No caso das crianças, Waleska Brito, coordenadora da Educação Infantil do Contemporâneo, reforça a importância de um espaço que permita desenvolver as habilidades ligadas ao lúdico, a partir da convivência entre alunos e a diversidade de linguagem. “É fundamental que a criança brinque, participe de diferentes atividades, explore novos espaços e descobertas, que possa colocar a mão na massa”, avalia a educadora.

A psicóloga Patrícia Peixoto afirma que um ambiente propício para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais é fundamental, razão pela qual ele aparece como um fiel da balança para pais e responsáveis. “A escola precisa somar tanto formação pedagógica quanto humana e uma condição de acolhimento, de integração do aluno com toda a comunidade escolar”, acredita ela, que entende ser isso o que leve o aluno a aprender e a progredir como estudante e pessoa.

Compartilhe

Jornalista