Na frente das pesquisas, Fátima Bezerra é alvo de críticas


O pré-candidato a deputado federal do partido Solidariedade, advogado Arthur Dutra, está preocupado com o futuro do RN caso o Governo seja entregue aos grupos radicais de esquerda que estão em arenga permanente contra a iniciativa privada, contra o MP e agora, também, contra a Justiça.

Em recente encontro da legenda, Arthur participou de avaliação sobre o cenário estadual e como os grupos tradicionais estão organizando suas campanhas para tentar se manter no poder.

Para Arthur, o RN precisa, neste momento, de sossego econômico e institucional, diante da grave crise que afeta a vida da população. E, num cenário de um partido de esquerda radical chegar ao Governo, o Estado corre o risco de entrar num redemoinho de brigas ideológicas irracionais.

“O PT, por exemplo, que é o partido de maior expressão na disputa ao Governo, é controlado por um grupo que está no poder há muitos anos, formado por figuras da política tradicional de esquerda. Não haverá nada de novo para o RN se os mesmos personagens dessa esquerda chegarem ao Executivo. Nada contra as pessoas deles, a gente sabe que não estão envolvidos em escândalos de corrupção, mas eles seguem irremediavelmente a orientação nacional e não olham para os problemas do Rio Grande do Norte, e o Governo do nosso Estado não pode ser usado apenas como um ativo da direção nacional do PT”, analisa Arthur.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Print this pageEmail this to someone