Ação diferente de campanha

“Você recusaria 2,5 milhões de reais?”, com essa pergunta o candidato a deputado federal,Bertone Marinho, abordou motoristas e pedestres que passavam pela Salgado Filho,

uma das mais movimentadas da capital potiguar, nessa quinta-feira (23). Segurando uma placa com a frase aproveitou para oferecer seu material de campanha com as propostas para o mandato.

A mensagem da placa faz referência ao valor da soma de renúncias caso seja eleito, válidas para todo o período do mandato. Em abril deste ano, ainda como pré-candidato, Bertone registrou que abre mão dos subsídios extras, do auxílio-moradia e do apartamento funcional aos quais os parlamentares têm direito. Também renunciou às verbas mensais de combustíveis, de serviços postais e de segurança privada e reduziu em mais de 50% o número de assessores diretos lotados no gabinete parlamentar, de 25 para apenas 12.

“O caminho que tenho seguido é o da moralidade, da mudança de postura de políticos em uma visão de menos privilégios. O que ainda é visto hoje é totalmente incompatível com a realidade socioeconômica do Brasil e esses benefícios são perfeitamente dispensáveis sem que comprometam o bom exercício do cargo”, enfatizou Bertone Marinho.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Print this pageEmail this to someone