Ideia de colocar presos em contêineres foi apresentada ao governador em 2015

Em junho de 2015 o então secretário de Justiça e Cidadania, Edilson França, anunciou que pretendia diminuir o problema da superlotação nas unidades prisionais do estado colocando os presos em contêineres. Na época, ele disse que os estados que já tinham adotado a medida tinham sido criticados por representantes de entidades ligadas aos Direitos Humanos, mas que as celas metálicas seriam a solução para o problema de Alcaçuz.

“Critica-se tudo. Se fizer, critica; se não fizer, também critica. Outros estados que adotaram os contêineres os Direitos Humanos bateram em cima, mas nós vamos tentar. Vou conversar com o governador e ver se ele aprova a ideia. O contêiner será uma revolução”, disse França.

A ideia não foi colocada em prática. Agora, depois de uma crise sem precedentes, o governo anuncia que irá adotar a ideia.
Os presos custodiados na Penitenciária estadual de Alcaçuz, Região Metropolitana de Natal, vão ficar em contêineres até a desativação completa do presídio. A medida foi anunciada pelo governador Robinson Faria que já  assinou um termo para o aluguel de 50 módulos, que serão adaptados para servirem de cela.

 

Share on Facebook16Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Print this pageEmail this to someone