Justiça manda PM desocupar área de preservação em São Gonçalo do Amarante

Uma ordem judicial desocupou a área denominada de Parque Natural Municipal das Nascentes do Rio Golandim, em São Gonçalo do Amarante.

Também foi determinada a retirada de todos os barracos e a demolição de quaisquer construções.

Em nota, o Ministério Público Estadual, disse que a desocupação da área , feita pela Polícia Militar ocorrida nesta quarta-feira (7), foi determinada pelo Poder Judiciário, a pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). A ocupação no local, segundo o MP, é ilegal, sendo uma agressão ao meio ambiente. A prática de queimadas e desmatamentos na área são danos concretos tanto para a vegetação quanto para a nascente do Rio Golandim.
De acordo com determinação judicial, o Município de São Gonçalo do Amarante, deverá providenciar a fiscalização da área de preservação permanente para evitar novas invasões.