Maternidade e UTI adulta do hospital da PM estão sem funcionar

O Hospital da Polícia Militar está operando com dificuldades. O  atendimento  restrito a pouco mais da metade da capacidade. A UTI neonatal recebe os bebês nascidos em outros hospitais, mas a maternidade e a UTI adulta não funcionam.  Segundo o diretor, Roberto Galvão, a reforma do prédio  está parada porque a licitação para a climatização ainda não saiu do papel e o serviço, orçado em aproximadamente R$ 4,9 milhões, é fundamental para conclusão da obra do hospital.

Os deputados estaduais apresentaram ao secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira,  a possibilidade de remanejamento orçamentário de emendas parlamentares para a obra do hospital da PM.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Print this pageEmail this to someone