Nova etapa da exportação de fio agrícola de sisal do RN começa este mês

O Rio Grande do Norte terá mais um produto local exportado pelo Porto de Natal. Neste mês, pela primeira vez, o fio agrícola, conhecido como baler twine de sisal, será embarcado pelo terminal natalense. A Sisaltec exportará o material para os Estados Unidos através do porto potiguar no navio MFT Marajó, da CMA-CGM, com embarque previsto para próxima semana. Nos anos anteriores, a empresa operava por SUAPE, em Pernambuco, em navios da MSC.

A partir da segunda quinzena de janeiro até junho a Sisaltec prevê embarcar um mínimo de dois contêineres por mês pelo Porto de Natal. O fio agrícola, conhecido como baler twine, é usado para amarrar fardos de feno, que armazenados no verão servem de alimentação do gado no inverno rigoroso da América do Norte.

A Sisaltec, que está instalada no Distrito Industrial de Extremoz há oito anos, tem capacidade de produção para 200 mil fardos de baler twine por ano (14 contêineres por mês), previsto a ser atingida até o final de 2020.

Atualmente, e empresa processa cerca de 80 toneladas de sisal por mês. “Temos um mercado em expansão, tanto nacional quanto internacional. Estamos trabalhando nessas duas frentes”, destacou Harry Polman, diretor comercial da Sisaltec.

Ele chamou atenção que só o mercado concentrado nos Estados Unidos e Canadá consome quase 2 milhões de fardos de baler twine de sisal por ano. “Nosso produto é ecologicamente correto e a qualidade atestada. Cada vez mais os fazendeiros voltam a sua preferência para o fio natural em vez do sintético. E uma tendência, igual o carro elétrico”, ressaltou.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0Print this pageEmail this to someone