Voos de ministros custaram quase R$ 2 milhões em 2015

fab

fab

A mordomia acabou.
Um decreto da presidente Dilma Rousseff acabou com o uso particular dos aviões da FAB pelos ministros do governo.
Pelos números anunciados pelo ministério da Defesa, só este ano foram registrados 74 pousos e decolagens. Se fizermos uma conta rápida, com base no valor de R$ 27 mil devolvidos pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, para cobrir as despesas de um voo que fez à Recife para um implante capilar, o governo federal gastou quase R$ 2 milhões com a mordomia dos ministros. Agora eles vão ter que pegar avião de carreira. Pago pelo governo mas sem a mordomia da mamãe-FAB.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPrint this pageEmail this to someone