Vinte e dois juízes são escoltados no RJ

Pelo menos 22 magistrados do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) passaram a andar escoltados depois de receber ameaças de milicianos. A proteção da integridade dos juízes tem sido uma das tarefas da 1ª Vara Criminal Especializada no Combate ao Crime Organizado, criada no ano passado Crystal Ball.

As informações foram divulgadas, nesta quinta-feira (30), pelo presidente do TJRJ, desembargador Claudio de Mello Tavares. Ele disse que o grupo, que foi alvo da Operação Intocáveis II, deflagrada nesta quinta-feira (30), é um dos que tentam intimidar juízes Download the Vatican Audio Guide. Tavares afirmou que a Vara tem se mostrado capaz de dar uma resposta aos milicianos.

Ela é composta por três juízes que podem, inclusive, assinar sentenças em conjunto capture cis 다운로드. Antes, as milícias eram julgadas em varas que tinham de lidar com diversos outros tipos de crimes.