Governo reúne prefeitos mas possível flexilização só depois de ouvir Comitê Científico

Está mais uma vez nas mãos do Comitê Científico do RN a decisão sobre a prorrogação ou flexibilização do decreto que suspendeu várias atividades e serviços no RN até o dia 02 de abril Download the upper house.

A governadora Fátima Bezerra reuniu hoje de forma virtual os prefeitos para ouvir sugestões sobre que atitude tomar. A grande maioria dos prefeitos é favor da flexibilização do decreto, mantendo os regramentos, mas sem fechar todas as atividades Download the editor.

Os prefeitos reclamam que sofrem pressão dos pequenos comerciantes e informais de seus municípios que estão sem poder trabalhar e querem ajuda financeira do poder público, mas a situação financeira não permite a distribuição de algum tipo de auxílio emergencial municipal Download linux vim. A própria governadora em reunião anterior avisou que o Estado não tem como bancar um auxílio estadual e, por sua vez, cobra do governo federal a instituição de um auxílio de 600 reais como o que foi pago no ano passado Download The Succubus Play.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, que também participou da reunião defendeu a possibilidade de flexibilização já no final no próximo final de semana apenas para lanchonetes e restaurantes, mantida a proibição de venda de bebidas alcoolicas e a promoção de festas que possam gerar aglomerações 생일축하. Ele justificou mostrando que a capital abriu novos leitos de enfermaria e já consegue atender a um maior número de pessoas com a ampliação da rede de assistência. No Estado, a lista de espera por leitos clínicos caiu a metade. O prefeito argumentu ainda que a procura por leitos de UTI vem diminuíndo o que permitiria uma flexibilização gradual.

Como por exemplo:

-abertura de restaurantes e lanchonetes já neste final de semana sem a venda de bebida alcóolica;

– abertura de alguns segmentos do comércio a partir da segunda, dia 5;

-retorno das aulas nas escolas particulares em formato hibrido a partir da próxima semana.

Os prefeitos de Patu, Marcelino Vieira, Ceará Mirim, Timbaúba dos Batistas, Acari e o presidente da FEMURN concordaram com a flexibilização e se comprometeram a amplair a fiscalização do cumprimento das normas sanitárias e do cumprimento do que for definido num decreto conjunto que seria assinado pela governadora e por todos os prefeitos do Estado.

Apesar dos apelos, a governadora nao se comprometeu com qualquer medida de flexibilização e disse que amanhã irá escutar o comitê científico do Estado

Como se sabe o comitê do Estado segue as recomendações do Lais que já defendeu toque de recolher em todo o RN neste final de semana.