Bolsonaro ficou só no discurso. Governo repete mesmo “toma lá dá cá”

O presidente Jair Bolsonaro continuou com a mesma política do “toma lá dá cá ” com os deputados federais.

Para aprovar a Reforma da Previdência hoje ele teve que distribuir um lote extra de emendas parlamentares no valor de R$ 20 milhões só para os políticos saírem bem na foto nos seus redutos eleitorais.

O projeto deve passar hoje e deixar para o presidente uma lição: não adianta prometer,principalmente, quando sabe que não pode fazer. Bolsonaro foi deputado federal e usufruiu do mesmo esquema de recebimento de vantagens para aprovar matéria de interesse do governo.